Devo treinar através da dor?

*Texto original: “Should I train through the pain?” de Treble Maker #909
*Tradução livre por Khaotic Kira #93.

Não há dúvida de que você começou o Derby e o bichinho te mordeu. Você está viciada e quer malhar o quanto for possível off skates para se tornar um tipo de Máquina do Derby! Você pirou por correr, levantar peso e fazer agachamentos como se sua vida dependesse disso e agora MEUDEUSDOCÉU você está dolorida.

Então, o que uma garota faz? Treina através da dor ou deixa seus músculos cansados fazerem uma pausa?

Primeiramente, você precisa descobrir se a dor que você está sentindo é a “Dor Boa ou a Dor Ruim” (Dica: músculos queimando durante os exercícios= bom, dor extrema e repentina= ruim). Se for a Dor Ruim, considere seguir passos como os do post “Acute Injuries”. Se for a Dor Boa, então podemos trabalhar com ela.

 

Por quê você está com dor/andando como John Wayne?

Durante o exercício, especialmente levantamento de peso ou aqueles relativos ao peso do corpo, como apoios, você cria pequenos rasgos em seus músculos. Na medida em que esses rasgos se curam, seus músculos ficam maiores e mais fortes. A dor que você sente um dia ou dois depois de atividades tão vigorosas se chama “DMT” (Dor Muscular Tardia) e imagina-se que seja o resultado desses pequenos rasgos curando e você ficando lentamente mais forte.

Músculos queimando durante seu treino são resultado do aumento da produção de ácido lático no seu corpo e são um sinal de que você está no seu limite de repetições/peso.

Você tende a ficar mais dolorida se malhou seus músculos de um jeito que eles não estão acostumados ou se levantou muito mais peso ou fez mais repetições do que o normal.

Mas por favor, não pense “Eu não fiquei dolorida depois desse treino, deve ter sido totalmente fraco. Preciso dar AINDA MAIS DURO na próxima vez.” Dor não é a única medida do quanto você trabalhou, não a use como medalha de honra. Não tenha como objetivo estar arruinada dias depois do treino!

Faça a dor ir embora!

Apesar de não haver uma cura universalmente reconhecida para a DMT além do descanso, as pessoas se aliviam através de vários métodos.

Massagem: há evidências conflitantes sobre se a massagem realmente melhora ou ajuda a curar o músculo, mas a sensação é boa. Você pode visitar um profissional ou pedir para um ente querido “te amaciar”.

Rolinho de espuma: o rolinho funciona como uma massagem, mas sem as mãos de outra pessoa em você! São baratos e estão à disposição todo tempo.

Alongamento: apesar de não haver evidência de que o alongamento realmente cura a DMT, como uma massagem, a sensação é ótima. Então um alongamento gentil pode ajudar, ainda que seja mais psicologicamente do que fisiologicamente.

 

Posso treinar através da dor?

A resposta curta é sim.

A resposta longa é sim, mas tenha certeza de que o treino será menos… entusiasmado. Vá com calma, não se esforce tanto e, talvez, substitua pesos e exercícios com o peso do corpo por cardio. Se apenas uma área em particular está dolorida, evite treinar aquela parte e use outra, por exemplo, se suas pernas doem, treine a parte de cima do corpo e vice versa.

Como você já sabe, você está sentindo DMT porque você tem pequenos rasgos em seus músculos, o que quer dizer que eles estão mais fracos. Forçá-los novamente piora esses rasgos e pode levar a uma… lesão aguda!

Há provas de que atividade leve pode ajudar a diminuir a dor e rigidez da DMT e pode manter você naquela “onda” do treino porque, Deus sabe, é tão fácil perder o hábito de se exercitar!

Prevenção da DMT

Progrida lentamente: se você está fazendo um exercício novo, ou um tipo especifico de exercício, lentamente evolua para treinos mais intensos ao invés de enlouquecer e fazer tudo de uma vez só.

Se aqueça bem: um bom aquecimento e imobilização de suas articulações e músculos pode prevenir um estiramento.

Tire um dia de folga: se você está treinando em todas as suas horas livres, você não está dando ao seu corpo tempo de se recuperar e se curar.

Continue treinando: soa contraditório, mas se você continuar se exercitando seu corpo se adaptará e ficará acostumado aos movimentos, reduzindo a probabilidade de dor. Isso até você aumentar a intensidade do treino! Mas não é uma desculpa para ser complacente, você precisa continuar exigindo cada vez mais e desafiando seu corpo.

Mas eu tenho que lhes dizer, mesmo a atleta mais bem condicionada sofre de DMT de tempos em tempos, então às vezes a melhor coisa a fazer é só aguentar a dor. Como eles dizem, a dor é só o medo deixando seu corpo, então pense nela como uma recompensa pelo seu trabalho duro.

Não deixe a DMT te por pra baixo!

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s